Lisboa,

sábado, julho 31, 2010

pedra indesejável

Não foi fácil!
Mas a "coisa" estava numa situação tal que a "urgência" não me deu outra opção.
Era para "tirar"... e já!
E lá fui.
Internado às pressas e para o bloco duas horas depois...
...
O enfermeiro, na urgência, não "se portou" à altura. Com as boas veias que tenho, não havia motivo para me "rasgarem" duas num braço, antes de acertar com a correcta no outro. Já a injecção no rabo me deixara "a transpirar" por todos os poros...
...
Acho que foi uma intervenção simples. Aliás, nos dias que correm, destruir uma pedra a laser não deve ser tarefa difícil para um bom urologista!
...
Dois dias a ouvir queixumes e sofrimento alheio, preso ao soro cada minuto do dia, a dormir mal, a esconder as dores... não é suficiente para me queixar.
Porque muita gente está a sofrer "a sério", neste momento, por esses hospitais fora...

Acho que a ureterolitoextracção sob visão com ureterorenoscopia com laser foi qualquer coisa semelhante a isto:


video

Ah, e ainda falta retirar o tutor...


quarta-feira, julho 21, 2010

Valladolid

Não conhecia Valladolid e, há dias, tive a oportunidade de lá estar.
Nesta praça magnífica, ousei tirar algumas fotos.