Lisboa,

sábado, fevereiro 26, 2011

não vieste


Só sei que não vieste
que não mais apareceste,
não voltaste pra colher
a nossa amora silvestre
que nos fazia enternecer.
Vou continuar a voar
nessas asas emprestadas
nas palavras escondidas
nos sonhos de cor difusa
e em rosas já floridas...
Voar, voar
nos teus braços que embalam,
nos teus lábios que adormecem,
nas palavras que me tocam,
nas lembranças que enriquecem
um desejo que não virá,
um sonho que durará...

(Amaral Nascimento)

quinta-feira, fevereiro 24, 2011

crianças

segunda-feira, fevereiro 21, 2011

quando o beijo é tabu


Beijar é um prazer, é uma arte e faz bem à saúde!
... Mas, por vezes, a insegurança de quem é beijado, o medo de não corresponder às expectativas do par e até a ignorância, podem fazer do beijo um motivo de frustração e embaraço.


Beijar é fácil! E o sucesso depende apenas do treino.


Há pessoas que treinam para não morder a língua do par, para não salivar durante o beijo e até para aprender a respirar e não ficarem ofegantes.


Beijar bem, implica ter uma boca fresca e agradável. O truque é manter uma higiene perfeita, e se puder antes de se entregar a este agradável exercício, experimente um rebuçado de mentol, ou até um sorvete ácido. Para além de refrescarem o hálito, diminuem a salivação.


Se o seu desejo é conhecer exercícios que melhorem a técnica do beijo, tentar retirar do fundo de um copo uma pedra de gelo usando a língua, é uma excelente prática.

Vencer a timidez e ter uma atitude confiante é quase sempre suficiente para vencer a barreira do medo de beijar.


O beijo aprende-se a dois. desfruta-se a dois e proporciona muita volúpia.

A história do cinema está repleta de beijos famosos que fizeram disparar o coração de várias gerações ao longo de muitas décadas.





Nesta época tão especial, dedicada ao amor e aos enamorados, beije! Beije muito e deixe-se levar pelo romance.


Eu não sei se os namorados se conquistam ou não pelo estômago, mas tenho a certeza de que um beijo apaixonado independente da técnica e da experiência, arrebata o coração de qualquer pessoa.
"É pela boca que se conquistam os namorados", já dizia a minha avó, e pelos vistos estava coberta de razão!

(Teresa Baptista in Folha do Café)

sábado, fevereiro 19, 2011

um conto


Havia um menino que queria encontrar-se com Deus.
Ele sabia que tinha um longo caminho pela frente, portanto encheu a mochila com pastéis e guaraná, e começou a sua caminhada.
Quando tinha andado uns três quarteirões, encontrou um velhinho sentado num banco da praça, olhando os pássaros. O menino sentou-se junto dele, abriu a mochila, e antes de tomar um gole de guaraná, olhou para o lado e viu que o velhinho estava com "cara" de fome.
Então, ofereceu-lhe um pastel!
O velhinho, muito agradecido, aceitou e sorriu para o menino. O seu sorriso era tão incrível que o menino quis vê-lo de novo. Então ofereceu-lhe o guaraná. Mais uma vez o velhinho sorriu para ele.
O menino ficou tão feliz que ficaram ali, sorrindo e comendo pastel e bebendo refrigerante o resto da tarde, sem falarem um para o outro. Quando começou a escurecer, o menino estava tão cansado, que resolveu voltar para casa. Mas antes disso voltou-se e deu um grande abraço ao velhinho. O velhinho deu-lhe o maior sorriso que o menino já havia recebido.
Quando o menino entrou em casa, a mãe perguntou surpreendida:
"O que fizeste hoje que te deixou tão feliz?"
Ele respondeu:
"Passei a tarde com Deus. Você sabe, ele tem o mais lindo sorriso que jamais vi."
Enquanto isso, o velhinho chegou a casa com o mais radiante sorriso no rosto e o filho perguntou--lhe:
"Por onde você esteve, que está tão feliz?"
Ele respondeu:
"Comi pastéis e tomei guaraná no parque com Deus. Você sabe que ele é bem mais jovem do que pensava?"

Nunca subestime a força de um sorriso. O poder de uma palavra, de um ouvido para ouvir, um elogio honesto, ou até o maior ato de carinho, tudo isso tem o potencial de fazer virar uma vida!

(Autor desconhecido)

quarta-feira, fevereiro 16, 2011

fingirei que és o sol


Quando a estrela descer do céu
vou levá-la a passear
no jardim do teu regaço
vou escondê-la nos teus olhos
e brincar às escondidas
ao sabor da tua boca
ao calor do teu abraço
e quando a lua aparecer
fingirei que és o sol
do outro lado da terra
a preparar-se pra dormir
nos finos lençóis de amor
os tais que o teu peito encerra

(Amaral Nascimento)

domingo, fevereiro 13, 2011

sobrenatural


O sobrenatural é o natural ainda não compreendido.
Foi Elbert Hubbard quem o afirmou, e ele estava certo.

William Shakespeare colocou o tema de outra forma:
Há mais coisas no céu e na terra, Horácio, do que sonha a tua filosofia.

Ei, você pediu um sinal e aqui está - literalmente fora do azul.

Por isso sorria. De acordo?


(retirado da caixa do correio)

sexta-feira, fevereiro 11, 2011

the orchestrated heist

Bombas, martelos, furadores - tudo é "permitido" para sincronizar esta música de Friedrich Kuhlau.
Para sorrir, para acompanhar com toda a atenção mas, especialmente, para apreciar...
porque a imaginação e a paciência deram os seus frutos...
Será que aqueles homens vão conseguir os seus intentos?...



quinta-feira, fevereiro 10, 2011

a internet e os endereços


E se os endereços numéricos da Internet - que funcionam como uma espécie de número de telefone que permite aos internautas encontrar o site que pretendem - esgotarem?

Pode parecer impensável, mas está prestes a acontecer.

A proliferação do uso da Internet na Ásia e dos telemóveis conectados à rede está a entupir a Internet de endereços e já há poucos blocos para distribuir.

Os últimos cinco IP - cada um com 16,8 milhões de endereços - serão fornecidos amanhã, quinta-feira, segundo disseram à Associated Press fontes da entidade que administra esses endereços, a Internet Assigned Numbers Authority.

Mas se pensa que os sites vão passar a ficar indisponíveis, desengane-se. Pelos vistos, e tendo em conta o que está planeado, nem vamos dar por nada.

«Será um dia normal se todos fizerem o seu trabalho», explicou o director-executivo da American Registry for Internet Numbers, um dos grupos que faz a distribuição, neste caso nos EUA, Canadá e Caribe.

O actual sistema abarca um número máximo de 4,3 mil milhões de endereços em uso, isto porque foi concebido sem grandes ambições. Mas o facto é que o crescimento de sites tem sido exponencial nos últimos anos.

Daí que já esteja em curso a preparação de uma nova tecnologia com pretensões bem maiores (é pelo menos isso que se espera), a Internet Protocol versão 6. Só que, por agora, apenas perto de 2% dos sites suportam o IPv6 - Google e Facebook já entram neste leque.

Com o risco iminente de os endereços numéricos esgotarem, aumenta a pressão para que se rume ao infinito.


(Agência Financeira - 6/2/2010)

terça-feira, fevereiro 08, 2011

aqui do lado


Aqui do lado
onde o ruído se esconde
onde a chuva dormita
onde o mar descansa
nesta solidão que se agita
e
enquanto tiver palavras
que sejam para ti
tisnadas do teu sorriso
rasgadas de bom carinho
vou cantá-las
para este meu sentimento
vivo e solitário
onde fizeste o teu ninho



domingo, fevereiro 06, 2011

tell me why

video


Declan Galbraith

In my dreams, children sing
A song of love for every boy and girl
The sky is blue, the fields are green
And laughter is the language of the world
Then I wake and all I see is a world full of people in need

Tell me why,(why) does it have to be like this
Tell me why, (why) is there something I have missed
Tell me why, (why) cause I don't understand
When so many need somebody
We don't give a helping hand
Tell me why

Every day, I ask myself
what will I have to do to be a man
Do I have, to stand and fight
To prove to everybody who I am
Is that what my life is for?
To waste in a world full of war

Tell me why, (why) does it have to be like this
Tell me why, (why) is there something I have missed
Tell me why, (why) cause I don't understand
When so many need somebody
We don't give a helping hand
Tell me why (Tell me why)
Tell me why (Tell me why)
Tell me why (Tell me why)
Just tell me why (why, why, why)

Tell me why, (why) does it have to be like this
Tell me why, (why) is there something I have missed
Tell me why, (why) cause I don't understand
When so many need somebody
We don't give a helping hand
Tell me why (Why why, does the tigers run?)
Tell me why (Why why, do we shoot the gun?)
Tell me why (Why why, do we never learn?)
Can someone tell us why we let the forests burn

(why why do we say we care?) tell me why
(why why do we stand and stare?) tell me why
(why why do the dolphins cry?) tell me why
can someone tell us why we let the ocean die

(why why if we're all the same?) tell me why
(why why do we pass the blame?) tell me why
(why why does it never end?)
can someone tell us why we cannot just be friends

(why why do we close our eyes?)
(why why do we really lie?)
(why why do we fight for land?)
can someone tell us why cause we don't understand

why why?



(Neil Young)


quinta-feira, fevereiro 03, 2011

sapporo

Quando a publicidade alia imaginação com magia e espectáculo... surgem coisas bonitas como esta:

video

terça-feira, fevereiro 01, 2011

emoções e sentimentos


Os sentimentos são escolhidos pela Alma, não pela Mente.
Se não escutarmos a nossa Alma, não vamos ouvir a voz da nossa Alma, e por isso não sabemos a escolha da nossa Alma.

Vamos escutar a voz da nossa Mente, e vamos reagir, dizendo: ". Eu não posso ajudá-la. Isso é apenas a maneira como eu sinto."

Assim, confundimos o sentimento com a emoção. Eles não são a mesma coisa. A Emoção é baseada no teu pensamento. O sentimento é baseado na tua verdade. A Emoção é um produto da Mente. O Sentimento emerge da tua Verdadeira Identidade.

As Emoções são escolhidas pela Mente. Os Sentimentos são escolhidos pela Alma.
. Na maioria das vezes você nega o seu mais íntimo, sentimentos ternos.
. A sua Verdadeira Identidade é algo que você decide, não alguma coisa que você descobre.
. Quando você faz isso, a sua vida muda toda.

Então você substitue a compaixão pela raiva, a compreensão pela frustração, a ajuda pela infelicidade, o perdão pelo ressentimento, a dádiva pela obtenção - e o amor pelo medo. Ao fazer isso, toda a sua vida inteira toma uma nova fachada, quase como se estivesse a usar uma máscara. Você pode mesmo encontrar-se a olhar ao espelho perguntando: "Quem é esta pessoa?" Você terá sucumbido à experiência de estar tão zangado ou tão triste ou tão ressentido ou tão deprimido...que você não vai saber quem você verdadeiramente é.

No entanto, se você tiver decidido Quem Realmente É, antes do tempo, antes que qualquer coisa ocorra no seu Mundo Exterior, o seu Ser irá substituir a raiva da sua Mente com a compaixão da sua Alma, a frustração da sua Mente com a compreensão da sua Alma, a infelicidade da sua Mente com a gentileza da sua Alma, o ressentimento da sua Mente com o perdão da sua Alma, a necessidade de conseguir da sua Mente com o desejo de dar da sua Alma, e o medo da sua Mente com o amor da sua Alma. Nesse momento abençoado a sua vida será transformada.

Você irá dizer: "Uma vez estava perdido, mas agora encontrei-me." E será, de fato, uma Graça Encantadora.

Para alcançar essa transformação de tirar o fôlego você precisa saber uma coisa. A sua Verdadeira Identidade não é algo que você descobre, é algo que você decide. Quando as Decisões substituem as Descobertas, você passa de Estudante a Mestre na sua Viajem para a Consciência.

(Boletim 422 CWG Foundation de 28/1/2011)