Lisboa,

terça-feira, julho 31, 2012

o eu de mim


Todos nós "encaixamos" em muita coisa que nos parece familiar e também "sentimos" que "a nossa verdade" não se ajusta a outras coisas que lemos.
Há formas de meditação que nos confundem; nenhuma confunde a linguagem que a minha alma conhece: os sentimentos.
O meu Eu corpóreo habita num mundo físico a três dimensões, mas o meu Eu superior tem o conhecimento natural de que é transitória esta esperiência, e quando chegar o seu momento, unir-se-à ao Todo a que pertence.
Talvez não no imediato, talvez que outras incarnações estejam previstas, talvez que em outras dimensões esteja outra vivência prestes a suceder, talvez que o conhecimento mais amplo permita vislumbrar outras maneiras de "ser", dentro da Criação que não pára de Se experienciar nas Suas mais diversas formas.
O mundo à nossa volta e Deus (como Tudo O Que Existe) "coexistem", porque, simplesmente, são "tudo o que há". O mundo físico, onde habitamos, os nossos corpos físicos que o habitam, NÃO ESTÃO DESLIGADOS de nada! Ninguém está separado de ninguém! Aquilo que dou a outrem recebo em troca. A experiência que proporciono a outra pessoas, vou experimentá-la um dia!
A morte é vida em evolução. Morre-se para se continuar a viver. Nesta ou em outros níveis de consciência. As nossas células sabem isso. O nosso Eu sempre o soube. Nada desaparece com a "morte". O Eu de mim que é imortal irá evoluir biliões de vezes nas mais diferentes formas. Ninguém "está fora de casa", porque a "casa" é só uma. Poderei sempre "mudar-me" de uma sala para a outra. Nada é permanente. Tudo muda a cada instante, considerando que tudo está acontecendo "ao mesmo tempo"…
Ser transcendente é próprio do ser humano. É o seu desafio mais grandioso. É na transcendência que ele vai buscar a capacidade de procurar, a cada instante do agora, criar uma versão de si mesmo cada vez mais grandiosa e sublime.
Tudo o que é de natureza superior, aparentemente separado do mundo sensível, desafia a mente humana. Como diz Brian Weiss: "Nós somos eternos. As nossas almas nunca morrerão. Assim, devíamos começar a agir como se soubéssemos que a imortalidade é a nossa benção. Ou, de forma mais simples, devíamos preparar-nos para a imortalidade - aqui, agora, hoje e amanhã e todos os dias do resto das nossas vidas."


sábado, julho 28, 2012

o livro branco

"Eu sou Ramtha, uma entidade soberana que viveu há muito tempo neste plano chamado Terra. Naquela vida eu não morri, eu ascendi, pois aprendi a utilizar o poder da minha mente e a levar o meu corpo comigo para uma dimensão invisível da vida. Ao fazê-lo, realizei uma existência de liberdade ilimitada, alegria ilimitada e vida ilimitada. Outros que viveram aqui depois de mim também ascenderam."

"Agora sou parte de uma fraternidade invisível que ama muito a humanidade. Nós somos os vossos irmãos que ouvimos as vossas preces e as vossas meditações e que observamos os vossos movimentos de um lado para o outro. Nós somos aqueles que anteriormente vivemos aqui como homens e experienciamos o desespero, a infelicidade e a alegria que todos vocês conhecem. Contudo nós aprendemos a controlar e a transcender as limitações da experiência humana e a realizar um estado maior de ser."

"Eu vim para vos dizer que sois muito importantes e preciosos para nós pois a vida que flúi através de vós e o pensamento que vem até cada um de vós – qualquer que seja a forma como o utilizem – são a inteligência e a força da vida a que vocês chamaram Deus."

"É esta essência que nos liga a todos, não somente àqueles que estão no vosso plano, mas a todos aqueles em universos desconhecidos que ainda não tendes olhos para ver."

"Eu estou aqui para vos lembrar de uma herança que a maior parte de vocês há muito, muito tempo esqueceu. Eu vim para vos dar uma perspectiva mais vasta a partir da qual vocês possam raciocinar e compreender que são verdadeiramente entidades divinas e imortais que sempre têm sido amadas e apoiadas pela essência chamada Deus. Eu estou aqui para vos ajudar a perceber que só vocês mesmos, através da vossa sublime inteligência, criaram toda a realidade da vossa vida e que, com esse mesmo poder, tendes a opção de criar e experienciar qualquer realidade que desejeis."

"Muitos outros vieram até vós ao longo da vossa História e tentaram muitas formas diferentes de vos lembrar a vossa grandeza, o vosso poder e a eternidade das vossas vidas. Nós fomos rei, conquistador, escravo, herói, Cristo crucificado, mestre, guia, amigo, filósofo, tudo o que permitisse a ocorrência do conhecimento. E às vezes interviemos nos vossos assuntos para vos impedir de se aniquilarem, para que a vida aqui continuasse a fornecer um campo para as vossas experiências e para a vossa evolução na direcção da alegria. Mas vocês perseguiram um a um todos aqueles que tentaram ajudar-vos. Em relação àqueles que não perseguiram, fizeram estátuas deles e alteraram e perverteram as suas palavras para servirem os vossos objectivos. Em vez de aplicar os seus ensinamentos, muitos de vós acabaram adorando os mestres."

"Para vos impedir de me adorarem, não vim até vós no meu próprio corpo. Em vez disso escolhi falar-vos através de uma entidade que foi a minha filha amada quando vivi neste plano. A minha filha, que graciosamente me permite usar o seu corpo, é o que se chama um canal puro para a essência que eu sou. Quando vos falo, ela já não se encontra dentro do seu corpo, pois a sua alma e o seu espírito deixaram-no completamente."

"Trouxe comigo os ventos da mudança sobre o vosso plano. Eu e aqueles que estão comigo estamos a preparar a humanidade para um grande evento que já foi posto em movimento. Vamos unir todas as pessoas deste plano ao permitir ao homem testemunhar algo de grande e de brilhante que o fará abrir-se e permitir que o conhecimento e o amor fluam."

"Porque é que isto está a ser feito? Porque vocês são amados muito mais do que alguma vez pensaram que o amor era e porque é tempo de o homem viver uma compreensão mais grandiosa do que aquela calamidade que o mergulhou na escuridão durante séculos, lhe tirou a sua liberdade, dividiu povos e causou ódio entre amantes e guerra entre as nações. É tempo de isso acabar. Chegou o tempo do homem se aperceber da sua divindade e da imortalidade do seu ser e deixar de rastejar pela sobrevivência neste plano."

"Um dia virá, e já está próximo, onde um grande conhecimento será trazido a este plano por entidades maravilhosas que realmente são vossos irmãos amados. Então os desenvolvimentos científicos florescerão aqui como nunca. Aquilo que vem aí pode chamar-se a Idade de Deus. Esta Idade nascerá através de uma mudança no tempo e nos valores acerca do tempo. Nos anos vindouros, a doença, o sofrimento, o ódio e a guerra não existirão mais neste plano. Não haverá mais envelhecimento e morte do corpo mas sim uma vida contínua. Será através do conhecimento, da compreensão e do amor profundo que estas coisas ocorrerão na vida de cada entidade."

"Não há outra redenção para a humanidade senão a de realizar a sua divindade. Vós sois as sementes desta realização. À medida que cada um de vocês for realizando o seu valor e a perenidade das vossas vidas, vocês ampliarão, um a um, a consciência do pensamento ilimitado, da liberdade ilimitada, do amor ilimitado."

"Tudo aquilo que pensarem, tudo o que realizarem, eleva e expande a consciência em todo lado. Quando vocês viverem aquilo que vieram para compreender, em total proveito da vida que vocês escolheram, então permitirão a outras pessoas verem em vós um processo superior de pensamento, uma melhor compreensão e uma existência com mais sentido."

"Estes tempos são os mais significativos de toda a vossa História conhecida. Apesar de serem tempos difíceis e de serem desafios, vocês escolheram viver aqui durante este tempo com o propósito de cumprirem aquilo que vos trouxe. Sempre vos foi prometido a todos vós que veriam Deus na vossa vida e contudo, vida após vida, vocês nunca se permitiram vê-lo."

"Verão um reino magnífico emergir aqui e aparecerão civilizações que vocês nunca imaginaram que pudessem existir. Um novo vento vai soprar. O amor, a paz e a alegria de ser agraciarão este lugar abençoado, a esmeralda do vosso universo e o lar de Deus."

"Contemplai o que foi dito. Permitam que estas palavras penetrem no vosso ser. Quando o fizerem, de pensamento em pensamento, de sentimento em sentimento, voltareis a compreender a vossa grandeza, o vosso poder e a vossa glória."

-Ramtha

quarta-feira, julho 25, 2012

hotel flutuante

Um designer industrial italiano criou um hotel-iate flutuante, movido a energia solar e submarino, feito, essencialmente, para ser atracado nas marinas ou nas proximidades das praias mais famosas do mundo.
O projeto do italiano Michele Puzzolante é um iate com cerca de 20 metros de comprimento que vem equipado com uma lâmpada de «observação» submersa para que as pessoas possam ver e observar a vida marítima.

(TVI24 - 20/07/2012)









domingo, julho 22, 2012

somos Deus


Durante eras vocês aprenderam que Deus está fora do seu domínio, em algum lugar nas profundezas do espaço. Muitos de vocês têm acreditado nisso e aceitado isso como uma verdade.
Porém Deus, a causa principal de toda vida, nunca esteve fora de vocês - ele é vocês.
Ele é o maravilhoso processo de pensar, a inteligência suprema que jaz silenciosa e sempre presente no interior do homem.
Foi-vos ensinado que vocês nasceram apenas para viver num momento do tempo, para envelhecer e então morrer. Por acreditarem que era verdade, isso realmente se tornou a realidade de sua vida sobre este plano.
Mas eu estou aqui para ajudá-los a perceber que na verdade vocês são uma essência contínua e imortal que tem vivido há bilhões de anos - desde que Deus, seu amado Pai, a totalidade do pensamento, contemplou a si mesmo no brilho da luz, que cada um de vocês se tornou.
Foi quando cada um de vocês veio a ser único, soberano e uma parte eterna da Mente de Deus.
Foi-vos ensinado que Deus é uma entidade singular que, com suas mãos, fez o céu e a terra e então criou a criatura viva chamada homem. Mas são vocês, os possuidores da inteligência divina e do livre-arbítrio, que são os grandes criadores de toda a vida. São vocês que criaram o sol da manhã, o céu da tarde e o encanto de todas as coisas que existem. São vocês que na verdade criaram a criatura notável chamada homem de modo que vocês, que eram luzes brilhantes no vazio do espaço, pudessem experienciar toda a maravilha de suas formas criadas.
Meus amados irmãos, a compreensão de quem é cada um de vocês constitui na verdade uma série de ilusões que vocês têm vivido por milhares de anos.
Vocês são mais do que meramente humanos. São muito, muito maiores do que a criatura limitada chamada homem.
Vocês são Deus.
Vocês sempre foram; sempre serão. São os grandes criadores imortais que têm vivido aqui, vida após vida, para atingir essa grande compreensão que vocês permitiram que lhes fosse tirada (esquecida). Todos vocês são o próprio Deus criado de si mesmo.
Vocês são deuses criados por Deus, primeira e única criação direta da Fonte de toda a vida.
Em suas aventuras na exploração da vida, vocês integraram sua suprema inteligência com a matéria celular para se tornarem Deus-homem: a Mente de Deus expressando-se na forma chamada humanidade; Deus vivendo no maravilhamento da sua própria criação, denominada homem.
Homens, mulheres, humanidade, são na verdade Deus, esplendidamente disfarçados de entidades limitadas e infelizes.
Quem é você? Por que está aqui? Qual o seu propósito e seu destino?
Você pensa que você é meramente fruto da coincidência, nascido para viver um punhado de tempo e depois não existir mais ? Realmente ? O que faz você pensar que não viveu antes? Por quê agora? E por quê você?
Você viveu sobre este plano milhares de vidas e você veio e foi como um vento instável.
Você viveu cada rosto, cada cor, cada credo, cada religião.
Você guerreou e guerrearam com você.
Você foi rei e servo. Foi marinheiro e capitão. Foi conquistador e conquistado.
Você foi tudo que existe em todas as suas compreensões históricas. Por quê? Para o propósito do sentimento, para o propósito da sabedoria, para o propósito de identificar o maior mistério de todos os tempos - você!
De onde você pensa que veio? Pensa que é simplesmente um amontoado desprezível de massa celular que evoluiu a partir de uma única célula? Então quem é que escuta tão atentamente por detrás de seus olhos? Qual é a essência que lhe dá sua unicidade e personalidade, seu caráter e seu "tempero", sua capacidade para amar, para abraçar, para ter esperança, para sonhar, e o poder de criar? E onde você acumula toda a inteligência, todo o conhecimento, toda a sabedoria que manifesta, mesmo quando é uma criancinha? Você pensa que se tornou o que é foi meramente em uma vida, e que é apenas um sopro na eternidade?
Tudo o que você é, você se tornou na vastidão do tempo ao viver vida após vida. E de cada uma dessas experiências de vida, você conquistou a sabedoria que ajudou a formular a unicidade e a beleza chamada você.
Você não tem preço, é belo demais para ter sido criado por apenas em um momento delimitado na eternidade do tempo.
Você pensa que seus pais o criaram? Eles são seus pais genéticos, porém não criaram você.
Numa compreensão mais ampla, eles são seus irmãos amados - e você é na verdade tão velho quanto eles, pois todas as entidades foram criadas no mesmo momento.
Todas nasceram quando Deus, o grande e magnífico pensamento, contemplou e expandiu a si mesmo na resplandecência da luz.
Foi aí que você veio a existir; foi quando você nasceu. Seu verdadeiro pai é Deus, o Princípio Mãe-Pai de toda vida.
Você pensa que seu corpo é você? Não é. O seu corpo é apenas um disfarce que representa a essência invisível que é a sua verdadeira identidade: a série de sentimentos-atitudes, chamada seu ser-personalidade, que está dentro de sua incorporação.
Pondere isso por um momento, o que você ama em outra entidade? É o corpo? Não, não é. É a essência do outro que você ama, o ser-personalidade invisível que jaz por detrás dos olhos.
O que você ama no outro é a essência invisível que faz o corpo funcionar - que faz os olhos cintilarem, que torna a voz melodiosa, que faz o cabelo brilhar e as mãos terem tato.
O seu corpo é na verdade uma máquina maravilhosa e refinada, mas não é nada sem aquilo que o faz funcionar, que é você. O que você é não é sua corporificação, mas uma série de pensamentos ou sentimentos-atitudes que se apresentam como um ser-personalidade único.
E você alguma vez já viu seus pensamentos? Você já viu sua personalidade? E quanto ao seu riso - você pode ouvi-lo sem o seu corpo?
Você não concebe quão grande você realmente é, porque o que você é realmente é tão invisível quanto o vento.
Do mesmo modo que eu sou um enigma para você, você o é para si mesmo - o maior de todos os enigmas. Você sabe o que é, sem seu fingimento? Sem as máscaras que usa? Sem a sua armadura de coração endurecido?
No âmago do seu ser, você é na verdade Deus.
Deus, o grande mistério da humanidade, nunca esteve fora de você.
Pois o que está por detrás de seus olhos, por baixo de sua fina roupa de linho, para além da ilusão de sua face, é a virtude invisível do pensamento chamada Deus: o ser-personalidade que faz você ser você.
O Deus dentro de você é a inteligência sublime que lhe dá crédito e poder de criar. É a maravilhosa força-vida que mantém sua vida para sempre e sempre e sempre. O corpo que você habita é uma criação magnífica de Deus - você e seus irmãos amados. Ele foi criado de maneira tal que você, uma essência invisível de pensamento e emoção, pudesse interagir com a vida que você criou sobre este plano. A criatura chamada homem foi criada simplesmente como um veículo através do qual Deus pudesse expressar-se - de tal modo que, através dos sentidos da incorporação, todas as criações sobre este plano pudessem ser experienciadas e compreendidas pelos deuses que as criaram no princípio.
O corpo foi criado para abrigar um sistema elétrico de variáveis de luz extremamente complexo que constituem o verdadeiro ser-entidade.
O que você realmente é não é o tamanho de seu corpo.
Você é uma pequena centelha de luz!
Na pequenez de seu ser está coletado tudo que você já foi desde que nasceu de Deus, seu Pai amado. Você, o princípio-Deus, não é uma entidade de carne e osso. Você é uma energia de princípio de luz circular, chamejante e pura vivendo dentro de um corpo para obter o presente da vida criativa chamado emoção.
O que você verdadeiramente é, é aquilo que você habita; é o que você sente.
Você é conhecido por suas emoções, não por seu corpo.
O que você é realmente, é espírito e alma, uma entidade de luz e uma entidade emocional combinadas.
O seu espírito - esse pequeno ponto de luz envolve todas as estruturas moleculares de corpo; portanto, ele abriga e suporta a massa de sua corporificação.
A sua alma jaz dentro de ti, próxima de seu coração, numa cavidade sob um escudo de ossos onde nada existe exceto energia elétrica.
A sua alma grava e armazena - sob a forma de emoção - cada pensamento que você já formulou.
É devido à coletividade única de emoções armazenadas dentro de sua alma que você tem um ego-identidade ou ser-personalidade único.
O corpo que você habita é simplesmente uma carruagem, um veículo escolhido e refinado que lhe permite viver e brincar sobre o plano da matéria.
Todavia, através de seu veículo você imergiu na ilusão de que seu corpo é quem você é.
Ele não é.
Assim como Deus não tem imagem, você também não tem.

(Ramtha)

quinta-feira, julho 19, 2012

os pilares da criação


O mistério de um dos mais famosos fenómenos astronómicos pode finalmente ter chegado ao fim.

Cientistas da NASA acreditam que os «Pilares da Criação» foram destruídos há cerca de 6 mil anos por uma onda de impacto provocada por uma Supernova, no entanto, por estarem a 7 mil anos-luz de distância, a destruição só chegará à Terra daqui a mil anos.

Os famosos três «Pilares da Criação» foram fotografados, pela primeira vez, pelo Telescópio Espacial da NASA - o Hubble -, em 1995, na Nebulosa da Águia, onde as estrelas nascem através de poeira e de hidrogénio. Porém, até agora, os especialistas ainda tinham dúvidas de como se teriam formado.

Spitzer, um telescópio espacial que deteta infravermelhos, tirou uma nova fotografia, onde mostra a poeira intacta das torres, ao lado de uma gigantesca nuvem de poeira quente, que teria sido queimada pela explosão de uma estrela ou de uma supernova.

«Eu lembro-me de ter visto uma fotografia dos pilares há mais de uma década. E ter ficado inspirado para me tornar um astrónomo», contou, ao jornal «Daily Mail», Nicolas Flagey do Instituto de Astrofísica Espacial, na França. «Agora, descobrimos algo de novo sobre esta região, que pensávamos conhecer muito bem», acrescentou.

Spitzer é um telescópio espacial que deteta infravermelhos, ou seja, uma luz de maior comprimento de onda, que os nossos olhos não conseguem ver. Permite, por isso, ao observatório, ver a poeira e através dela, dependendo do comprimento da onda de infravermelhos que se está a observar.

«Há mais qualquer coisa, além das estrelas, que está a aquecer a poeira», disse o Alberto Noriega-Crespo, assessor do Flagey na Ciência Spitzer Center. «Com o Spitzer, poderemos obter a resposta».


(TVI24 - 19/07/2012)




video

domingo, julho 08, 2012

a partícula de Deus

A Organização Europeia para Pesquisa Nuclear (CERN) anunciou esta quarta-feira que descobriu uma partícula nova que pode ser o bosão de Higgs, conhecido como «partícula de Deus», porque confere ordem e massa ao universo.
Os físicos têm tentado encontrar provas da existência do bosão de Higgs há quase 50 anos e, nos últimos dias, poderão ter finalmente encontrado a partícula, anunciaram os cientistas, explicando que a nova partícula tem características de massa e comportamento previstas para o bosão de Higgs.
O bosão de Higgs combina duas forças da natureza e mostra que são, de facto, aspetos diferentes de uma mesma força maior, sendo que esta partícula é a responsável pela existência de massa nas partículas elementares.
Os resultados das pesquisas, que não são conclusivos porque os cientistas preferem manter a prudência, são hoje explicados numa conferência de imprensa.
«Este é um resultado preliminar, mas pensamos que é muito forte e muito sólido», disse no CERN em Genebra Joe Incandela, porta-voz de uma das equipas que andam à procura do bosão de Higgs.

(TVI24 - 04/07/2012)




O Grande Colisor de Hádrons (português brasileiro) ou Grande Colisionador de Hadrões (português europeu) (em inglês: Large Hadron Collider - LHC) do CERN, é o maior acelerador de partículas e o de maior energia existente do mundo. Seu principal objetivo é obter dados sobre colisões de feixes de partículas, tanto de prótons a uma energia de 7 TeV (1,12 microjoules) por partícula, ou núcleos de chumbo a energia de 574 TeV (92,0 microjoules) por núcleo. O laboratório localiza-se em um túnel de 27 km de circunferência, bem como a 175 metros abaixo do nível do solo na fronteira franco-suíça, próximo a Genebra, Suíça.[1]

* É a maior máquina do mundo

A circunferência exacta do LHC é de 26 659 m e contém 9 300 ímã (magnetos). Além de ser o maior acelerador de partículas do mundo, unicamente uma oitava parte do seu sistema de criogenia já seria o maior 'frigorífico' do mundo!

É o mais frio

Todos os magnetos são pré-refrigerados a -193,20C (80 K) utilizando 10 080 t de azoto líquido, antes de ser cheio com 60 t de hélio líquido que os levam a -271,3ºC (1,9 K), quase o zero absoluto.
 
* É o circuito mais rápido do mundo

À sua velocidade máxima o trilião de protões lançados a 99,99 % da velocidade da luz, vão efectuar 11 245 vezes a volta do acelerador por segundo. Dois feixes de protões viajando cada uma energia máxima de 3,5 TeV, permitem assim a colisões frontais a 4 TeV, o que dará lugar a cerca de 600 milhões de colisões por segundo.

É o espaço mais vazio do sistema solar

Para evitar colisões com as moléculas de gás presente no acelerador, os feixes viajam num cavidade tão vazio como o espaço interplanetário, ao que se chama o 'ultravazio'. A pressão interna do LHC é de 10-13 atm, o que é seis vezes inferior à pressão existente na Lua.

São os pontos mais quentes da galáxia no anel mais frio do universo

O LHC é a máquina das temperaturas extremas. Quando dois feixes de protões entram em colisão, geram num espaço minúsculo, temperaturas mais de 100 000 vezes superiores às existentes no centro do Sol.

Por outro lado, o sistema de distribuição criogénica mantém-no quase no zero absoluto.

São os maiores e os mais sofisticados detectores

Para seleccionar e registrar os dados, no sentido de informação, dos acontecimentos (eventos) mais interessantes entre os milhões de colisões, os físicos e engenheiros construíram aparelhos gigantescos que medem os traços das partículas com uma precisão do mícron. Detectores como ATLAS e CMS estão equipados com sistemas electrónicos de lançamento de acções que medem o tempo de passagem de uma partícula a 1 x 10-12 do segundo. Estes sistemas também registam a posição das partículas ao 1 x 10-6 do metro. Tal rapidez e precisão é necessária para se poder ter a certeza que um acontecimento registrado nas diferentes 'camadas' do detector é sem dúvida o mesmo.
* É o mais potente supercomputador

A aquisição de dados de cada uma das grandes experiências do LHC poderiam encher 100 000 DVD de dupla camada de uma capacidade unitária de 8.5 GB por ano. A fim de permitir a cerca de 7 000 físicos do mundo inteiro a participar à análise desses dados durante os próximos quinze anos, a duração prevista do LHC, dezenas de milhares de computadores dispersos pelo mundo serão utilizados no quadro de uma rede informática descentralizada e chamada a 'Grelha'.

(Wikipédia)


quarta-feira, julho 04, 2012

divagando e sonhando


É verdade que, há algum tempo atrás, temia que me acontecesse um desmaio e, durante este desmaio, voltasse a "vivenciar" aquele trauma que me assustou durante alguns meses. Sendo o desmaio um tipo de perda de consciência, algo se passa durante esse curto espaço de tempo, porque a pessoa lembra episódios ou factos acontecidos, quando recupera a consciência.
Por experiência própria, sei que o recuperar dum desmaio pode ser "doloroso" e, também, que naquele momento se recordam acontecimentos parecidos a um sonho. Isto quer dizer que determinada actividade se desenvolve... mas que não passará dum desvario mental súbito e curto. O que não será sempre assim, exactamente porque, pessoalmente, já "vivenciei" um desmaio de alguns segundos que originaram "acontecimentos"  na mente, altamente dolorosos, e que "duraram" uma eternidade...

Também o sono é outro proporcionador de ausência do eu, mas este já cientificamente estudado e explicado. O certo é que, durante o período do sono profundo, o sonho parece desconectar-se da mente e é a parte mais profunda do nosso ser que "vive"  aquelas aventuras oníricas, tão dificilmente
explicáveis após o acordar. O sonho que acontece durante a fase mais profunda do sono, onde a actividade cerebral parece actuar com toda a normalidade, no chamado sono REM, esse sonho destaca-se de todos os "outros", porque parece ser ocasionado pela alma da pessoa que decide "andar" por lugares que ela bem conhece e estarão muito perto da Fonte. Já os sonhos que temos fora dessa fase de sono, terão a ver muito com a actividade mental, aquilo a que muitos entendidos chamam de "tráfego de informação"   a que o cérebro recorre para se reordenar... Há mesmo quem afirme que "é capaz" de voltar ao sonho que estava a ter, após acordar por qualquer motivo... Isto permite pensar que na fase do sono leve, os sonhos serão "desvarios" da mente, "imaginações" mentais, problemas ou desejos reprimidos que a mente desenvolve sem  as pressões sociais da rotina diária.

Quando uma pessoa é anestesiada para fins cirúrgicos, ela está numa situação de ausência de consciência controlada, sem qualquer sensação, que permite, da mesma forma, o "vivenciar" de acontecimentos ao nível mental ou espiritual.
O estado de coma é outro motivo de "ausência do eu", já que a perda de consciência é parcial ou total e a actividade cerebral fica gravemente perturbada.
Neste caso, as dúvidas ainda são mais profundas e torna-se angustiante saber se o paciente está ou não a ouvir ou sentir de alguma forma as pessoas ou o ambiente à sua volta.
No coma profundo, a alma estará já estreitamente conectada com a Fonte?... Terá abandonado definitivamente o corpo material?...

A "ausência do eu" é comum em toda a gente deste mundo.
O que me faz estar alerta é que, numa situação de ausência do eu, aquilo que nos recordamos ter "vivenciado" pode ter origem na mente ou na alma.
O que não é, de todo, a mesma coisa!...


domingo, julho 01, 2012

olho preguiçoso

Hoje faz um mês que fui operado à catarata no olho direito.
A lenta recuperação estava a deixar-me inquieto, mas o médico sossegou-me dizendo que tudo iria voltar à normalidade. Isto porque eu tinha deixado adiantar o problema a tal ponto que foi necessário levar uns "pontos" que estavam agora a tornar mais lenta a recuperação.
Em Agosto irei retirar os pontos e o olho voltará a ficar como novo.
Isto é, a ver como não tenho visto até aqui...
Ui!!!!....