Lisboa,

quarta-feira, janeiro 14, 2009

pertencer


O momento de ser de alguém é o momento da dádiva e da partilha.
Não de pertencer, porque ninguém é de ninguém, como diz o poeta.
O amor oferece sempre o momento mais sublime. O amor dá e recebe o que dá! Por isso é tão poderoso!
Nenhuma loucura poderá ser tão sublime como a paixão e o amor.
O mundo descobrir-se-à na plenitude da sua beleza quando encontrar o amor por tudo e por todos…


7 Comentários:

At janeiro 14, 2009 7:14 da manhã, Blogger Paula Raposo diz...

É isso mesmo. Beijos.

 
At janeiro 14, 2009 9:51 da manhã, Blogger Papoila diz...

Por vezes queremos tanto que nos pertençam... que sejam nosso por completo .. que o pensar que não doi... doi muito.
um beijinho
BF

 
At janeiro 14, 2009 10:12 da manhã, Blogger Caracoleta diz...

Parece que estamos no mesmo comprimento de onda :) O amor oferece sempre o momento mais sublime. Não poderia estar mais de acordo. Que bom passar por aqui nesta manhã! Bom dia!

 
At janeiro 14, 2009 2:10 da tarde, Blogger Secreta diz...

O Amor tem sempre para nos oferecer sensações inesquecíveis e inexplicáveis.

 
At janeiro 14, 2009 11:50 da tarde, Blogger Siala ap Maeve diz...

O Amor é a força que move o Mundo Real...aquele que está acessível a todos os que assim o desejarem. O Amor é tudo, tudo o resto é transitório.
Um beijo meu

 
At janeiro 17, 2009 6:47 da tarde, Anonymous Ana Paula diz...

Ninguém é, de ninguém!
Verdade suprema na linguagem do Amor.
Beijos Amaral, surpreendentemente, não me admira o facto de me fazer bem vir ao teu recanto.
Fazes-me bem.

 
At janeiro 21, 2009 1:52 da tarde, Blogger frAgMenTUS diz...

e é por isso que eu adoro o mantra baba nam kevalam, expressa o q aqui disse :)

leitura breve, bonita e profunda

grata
um abraço

 

Enviar um comentário

<< Home