Lisboa,

segunda-feira, fevereiro 23, 2009

22 anos mais velho


Há dias, um blogue que visito há pouco tempo publicava um texto sobre como é o casamento de um casal com idades separadas por 22 anos...
Nada de importante, já que todos conhecemos casos semelhantes, não muitos mas alguns.
Será que há amor entre duas pessoas com esta diferença de idades?
Será que não?...
Em vez de utilizar palavras minhas, vou simplesmente "roubar" um bocadinho daquilo que li.



Garanto a você que a paixão por um homem mais velho é uma das coisas mais maravilhosas que se pode viver. Para ele, você é o frescor da vida, e ele para você é a segurança, a experiência, a sabedoria! Já pensou quando vale isto tudo?! Um renova o outro onde ele precisa exatamente.

E acrescentar apenas que tenho a certeza que o Amor é possível!
O amor não "olha" a idades, não depende das idades e "liga" pouco a essa coisa das idades!...


6 Comentários:

At fevereiro 23, 2009 12:47 da manhã, Anonymous Ana Paula diz...

Olá Amaral
Amar, não pressupõe limite ou idade
Amar, não condiciona
Amar, não nos diminui.
Amar, é um encontro de almas
Simplesmente!
E quando acontece, quase nunca percebemos, porque não o vemos, sentimos...
Logo, como podemos avaliar que sentimentos destes se resumam a um simples facto como a aparência?
Hum, amar sem tempo e sem pressa de chegar...porque o terreno do amanhã, é incerto demais.
Mil beijos e fica bem, boa noite.

 
At fevereiro 23, 2009 12:53 da manhã, Blogger Jonice diz...

Eu penso que não há nenhuma impossibilidade para o amor. Eu penso que é o querer, o escolher, o caminho que conduz ao amor. Nele, não há condições e seus limites estão para além dos horizontes, para fora das convenções sociais. O amor faz caminhar para dentro e essa é uma jornada ilimitada.

E ainda uma palavra sobre o poema que li abaixo. Emocionante, Amaral.

Boa semana, mon ami :)

Beijo

 
At fevereiro 23, 2009 1:38 da manhã, Blogger Conceição Duarte diz...

Amaral que coisa mais linda, vc gostou mesmo do nosso assunto né? É a vida de verdade que vivemos aqui... apesar de ser virtual rsrsrsrsr Nas revistas dos cabelereiros, estas coisas acontecem e terminam rapidamente, né?

Na vida real, virtual e sensacional, não acaba, não! Afinal, onde há amor, há vida e idade é o que menos importa. Adorei o pedacinho do texto que vc pegou hehehehe Achei lindo né? Rsrrs ( modééééésta! ) Mas é o que eu vivo exatamente.

Obrigada tb por linkar, vc é um doce, suave na medida exata para qq paladar...
Bjus cON

 
At fevereiro 23, 2009 2:04 da manhã, Blogger MIMO-TE diz...

:)

Saudades suas amigo!!!

Claro que o amor não faz escolhas,
acontece e pode surgir quando menos se espera, a diferença de idades nada conta, assim como a cor ou o extracto social. Só assim é amor, original, inesperado e criativo. :)


Bjos querido amigo
Paula

 
At fevereiro 23, 2009 7:29 da manhã, Blogger Paula Raposo diz...

Claro que o amor não escolhe idades. Tenho é as minhas dúvidas que dure...beijos.

 
At fevereiro 23, 2009 12:41 da tarde, Blogger alice diz...

a nobreza do amor não olha aos pormenores insignificantes :) um beijinho, amaral.

 

Enviar um comentário

<< Home