Lisboa,

sexta-feira, fevereiro 27, 2009

ser sábio


Não há perdão a pedir!
Não temos um Deus para nos julgar ou condenar.
Não é esse o objectivo divino nem será essa a Sua preocupação...
Precisamos, sim, de "ter" um Deus nosso amigo, que esteja sempre presente.
Se só agora alguém se apercebeu que Deus "não pode ser" um juiz que condena nem um "papão" que está obcecado, algures nos céus, a contar os pecados deste ou daquele ser humano - esse alguém fez um reencontro feliz.
O seu Deus não é o deus como aquele que lhe vinham ensinando, mas era Ele próprio a aperceber-se de que tinha encontrado a sua Verdade.
Ser sábio é simplesmente ser simples.
Na sapiência das coisas estamos a ver-nos, na verdade que sentimos.
Amando o que Somos, estamos perto do bem-estar.
Temos tudo à mão!
Até a possibilidade de escolhermos aquilo que "é verdade" dentro de nós!

8 Comentários:

At fevereiro 27, 2009 12:54 da manhã, Anonymous Ana Paula diz...

Olá Amaral.
Ternurento este teu post.
Creio em que, todos os que aqui passam, neste teu canto maravilhoso, se apercebem do significado das tuas palavras!
Estejamos em estágios similares, ou inferiores ou até mesmo mais desenvolvidos, todos buscamos a comunhão de energias e renovação de matéria para enfim, reverenciarmos o estado de Luz pleno.
Só mesmo na "nossa" linguagem carnal existe a palavra julgar!!!
Deus, não nos julga. Não creio em tal, mas como tb dizes e muito bem, está em nós o livre arbítrio de escolhermos e seguirmos o caminho para a verdade, aquela que achamos existir em nós!
Faz todo o sentido aqui e agora a "tua" frase: "faz feliz a parte de Mim que és tu".
Mil beijos de imenso carinho e boa noite, fica bem.

 
At fevereiro 27, 2009 2:00 da manhã, Blogger Paula Raposo diz...

E porque é que achas que eu escrevo??!! Beijos...

 
At fevereiro 27, 2009 8:50 da manhã, Blogger © Piedade Araújo Sol diz...

Amaral

concordo com o teu texto.

tem um bom dia!

beij

 
At fevereiro 27, 2009 10:56 da manhã, Blogger Laura diz...

Olá grande Larama...Somos poucos os que sabem trazer a verdade em si...e são muitos os que acreditam no que lhes dizem, como as religiões que pelo que vemos e sabemos, não conduzem a nada!... Só depois de se libertarem de tudo, é que a verdade será absoluta!... Um abraço da nina do surfista..laura.

 
At fevereiro 27, 2009 12:34 da tarde, Blogger Carlos Barros diz...

Caro Amaral,
Um belíssimo post. Escrito com simplicidade e muita propriedade.

Lá te espera um selo recebido do querido amigo Aníbal Raposo, que te dedico com grande prazer! Como sou um pouco avesso a postar regras, o selo e suas informações se encontram na barra lateral do meu blog.

Deixo um grande abraço!

 
At fevereiro 27, 2009 1:36 da tarde, Blogger frAgMenTUS diz...

Ser sábio é reconhecer-se
humilde,grato e amado por Deus (qq q seja a interpretação q daí advém, desde q simbolize o Bem).

um mimo blogueiro p/ti - selo dorado

bj

 
At fevereiro 27, 2009 7:46 da tarde, Blogger Cotovia diz...

...acho que só a nossa consciência nos julga verdadeiramente e com justeza!

Belo texto.

 
At fevereiro 28, 2009 2:00 da tarde, Blogger Ana diz...

É esse Deus amigo, que nos ama e não nos julga, que me ajudaste a encontrar, Amaral.
Obrigada por isso.
Um beijo com amizade.

 

Enviar um comentário

<< Home