Lisboa,

segunda-feira, abril 27, 2009

grão de areia


Grão de areia pequenino
que a vista não vê a nu
luzidio atraente
majestoso
quem és tu?

Quem te atreves a ser
neste universo sem fim
que andas sempre a correr
atrás de mim?

Coisinha quieta sem nome
quase sem vida nem chama
vou descobrindo em ti
um mundo
um céu
quem me ama

Estás vivo de ser
e vibras de vida
és ternura de cores
aromas sabores
és movimento dos céus
és grande e és belo
és Deus!

(Amaral Nascimento)

9 Comentários:

At abril 27, 2009 12:56 da manhã, Blogger Jonice diz...

Que paz sinto ao ler esses versos...

Beijo, Amaral :)

 
At abril 27, 2009 2:21 da manhã, Blogger ci diz...

Por vezes sinto-me assim...pequenina como um grao de areia...perdida no universo...

Beijo da ci

 
At abril 27, 2009 11:15 da manhã, Blogger Paula Raposo diz...

Tão bonito o teu poema!! Eu...grãozinho de areia. Muitos beijos.

 
At abril 27, 2009 3:30 da tarde, Blogger Brisa do Mar diz...

E por vezes sentimos Deus assim , nem que seja num grão de areia.
Algo que parece insignificante, mas muitos grãos formam uma linda duna, muitas gotas, um oceano...
Bj e Boa Semana, Fica Bem!

 
At abril 27, 2009 5:42 da tarde, Blogger Parapeito diz...

e de grão a grão de areia ..nasçam dunas de ternura*

 
At abril 27, 2009 7:07 da tarde, Anonymous Ana Paula diz...

Olá Amaral.
Este teu pensamento é tocante!
Sabes, eu acredito que tantas vezes o mais insignificante dos seres consegue nos despertar para emoções tão grandes.
Sorri ao ler, pois quantas e quantas vezes...um grão de areia, me faz reviver, sentir o cheiro e ouvir os sons do mar...em momentos que são tão únicos.
...
Coisinha quieta sem nome
quase sem vida nem chama
...
São estas coisinhas quietas e sem nome, que mudam rumos.
Que nos iluminam em momentos opacos e que nos conferem a certeza do que somos e tantas vezes sentimos.
São a essência de vida...quem sabe?!
Adorei.
Beijinho poeta.

 
At abril 27, 2009 9:39 da tarde, Blogger Laura diz...

Coisinha pequena
Tão levezinho
Tão pequenino
Que quando junto
De outros grãos
Podem sozinhos
segurar nosso mundo
Segurar nossas vidas
E nosso amor
Profundo!...

Um beijinho para ti, de mim...

 
At abril 28, 2009 6:21 da tarde, Blogger Papoila diz...

Gostava tanto de ter a tua fé ....
Bonitas as palavras
Beijo Amaral
BF

 
At abril 29, 2009 10:25 da manhã, Blogger Maria Clarinda diz...

Maravilha!!!!!Jinhos muitos

 

Enviar um comentário

<< Home