Lisboa,

sexta-feira, abril 17, 2009

talvez

Talvez
a culpa são seja tua
que
nem consiga ouvir a lua

Talvez
não soubesse escutar-te
nem
ao menos encontrar-te

Talvez
a ponte vá ruir
e
teu rosto vá sorrir

Talvez
teu corpo proibido
seja
demais apetecido

Talvez
perdido no arvoredo
siga
cego num segredo

Talvez
a vida neste instante
pouco
mostre cintilante

Talvez, talvez
me veja assim
olhando o amor
a fugir de mim


(Amaral Nascimento)


8 Comentários:

At abril 17, 2009 12:11 da manhã, Blogger MARCOS LEITE(POETA D'ALMA) diz...

lindas palavras ,talvez,talvez essa pessoa olhe voce com olhos de amor,mas para isso,conquista-a.

 
At abril 17, 2009 12:19 da manhã, Anonymous Ana Paula diz...

Amaral...
O teu amor, será sempre teu!
Meu paizinho dizia tantas vezes, " o amor que for teu filhota, à tua mão há-de ir ter, não tens que o apertar"...
Enfim, talvez ele tivesse razão, ou não!
Mas, não duvides do que tens!
Mil beijos poeta.

 
At abril 17, 2009 12:21 da manhã, Blogger alice diz...

isto é que tem sido escrever, querido amaral. estive a ler os 4 últimos poemas e fica sempre algo comigo. ou "talvez" exista algo meu, algo nosso, algo humano, em tudo o que escreve. um beijinho e uma boa noite.

 
At abril 17, 2009 12:37 da manhã, Blogger Maria diz...

Vai atrás do amor. Não o deixes fugir...

:)

 
At abril 17, 2009 5:12 da manhã, Blogger Conceição Duarte diz...

Querido, talvez se vc se emocione muito com isto que deixo aqui para que veja logo em seguida. Talvez, sinta de prima, certa repulsa, mas tenho certeza que depois, o talvez será certeza, de que a mulher que vc vê logo de cara, é maravilhosa...
bjs, sem preconceitos e com talento e amor, con

http://www.youtube.com/watch?v=j15caPf1FRk

 
At abril 17, 2009 4:11 da tarde, Blogger VC diz...

Talvez...
Esta palavra está sempre bem presente..
Bjo

 
At abril 17, 2009 9:30 da tarde, Blogger Paula Raposo diz...

Talvez sim, talvez não. Eu acho que o amor não foge, que o amor nos encontra. Beijos.

 
At abril 18, 2009 12:04 da tarde, Blogger Jonice diz...

Talvez...

 

Enviar um comentário

<< Home