Lisboa,

quinta-feira, abril 30, 2009

vi-te do céu

Vi-te do céu
pulando uma nuvem
carregada de sol
abrindo um sorriso
feito das cores
escapadas duma lágrima
que te enviei

Cobre-me o teu manto de saudade

Já a brancura amanheceu nos jardins
já o chilrear trinou de novo
e os seres dos mares
tornam a bailar a dança dos anjos

Vi-te do céu
a contar as estrelas cadentes
a cantar o murmúrio das sereias
que um dia inventaste
para me enfeitar o regresso a casa

Vi-te do céu
e não vi
as palavras que inventaste
nem os gestos e os sentidos
ou os carinhos que não chegaram
ou os amores que gritaste
ou a parte de ti
que um dia
em ti
criaste


(Amaral Nascimento)

10 Comentários:

At abril 30, 2009 3:47 da tarde, Blogger VC diz...

Cada vez que olho para o céu...
Vem a saudade..
Bjo

 
At abril 30, 2009 4:52 da tarde, Blogger Lucinha diz...

Ola Amaral, vim para conhecer seu blog, e adorei que li aqui.. voltarei mais vzs se assim me permitir..

Deixo meu carinho e minha amizade..

"Seja grande para os aborrecimentos,
pobre para a raiva,
forte para vencer o medo
e feliz para permitir momentos felizes.
Não viva só para o trabalho.
Tenha outras atividades paralelas como esportes,
leitura, cultivar amigos.
O trabalho é um das contribuições que damos a vida,
mas não se deve jogar nele todas as nossas expectativas de realizações.
Finalmente, ria das coisas a sua volta, de seus problemas, de seus erros, ria da vida.
E .... ame.
Antes de tudo , a você mesmo!!
SORRIA!!
POIS COMEÇAMOS A SER FELIZES,
QUANDO SOMOS CAPAZES DE RIR
DA GENTE MESMO!!"
(Autor desconhecido)

beijinhossssssssss

 
At abril 30, 2009 5:33 da tarde, Anonymous Ana *Paula diz...

Tão lindas as tuas palavras Amaral.
Que poema tão belo!
.....
escapadas duma lágrima
que te enviei

Cobre-me o teu manto de saudade
.....
Enfim, as saudades sempre apertam o peito, mas...certamente será correspondido esse sentir.
Mil beijinhos de carinho.

 
At abril 30, 2009 10:00 da tarde, Blogger Je Vois la Vie en Vert diz...

Que bela visão tiveste do ceú !
És um poeta nato !
Amanhã darei uma outra explicação do 1º de Maio, se quiseres ir ver...

Beijinhos da

Verdinha

 
At maio 01, 2009 8:17 da tarde, Blogger Maria Clarinda diz...

Que maravilha de poema!!!!
E vou olhar o Céu...
Jinhos mil

 
At maio 01, 2009 11:22 da tarde, Blogger Eli diz...

...ver do céu significará ver além... nem toda a gente conseguiu adquirir a sua capacidade...

:)

 
At maio 02, 2009 1:04 da tarde, Blogger Fa menor diz...

A saudade nas asas das núvens transporta-nos aos lugares desejados...
E vê-se o que o coração almeja!

Bjs

 
At maio 02, 2009 8:04 da tarde, Blogger Jonice diz...

Ler os teus poemas traz um perfume para além de poético. Lê-los é fonte de nutrição para a alma, Amaral.

Beijo :)

 
At maio 05, 2009 8:44 da tarde, Blogger © Piedade Araújo Sol diz...

que poema tão belo, e na simplicidade é tão profundo!

obrigada!

um beij

 
At abril 16, 2011 2:51 da tarde, Blogger MM - Lisboa diz...

Obrigada por seres quem és,
e, por partilhares alguma da tua alma comigo!
Jinhos muitoooooooos

 

Enviar um comentário

<< Home