Lisboa,

quinta-feira, maio 07, 2009

sabor do vento


Ouço o que não me dizes
e vejo
o que não me mostras
Vejo o sonho
que sonha o grito
meio aflito
Bebo o sonho
que me aconchega
alimento
luz do mar
sabor do vento

Se eu fosse um anjo
mimar-te-ia de azul
o azul do impossível
azul que veste
o passeio celeste
Bebo o amor
que te sai do peito
fermento
cheiro a mar
luz do vento


(Amaral Nascimento)

13 Comentários:

At maio 07, 2009 12:21 da manhã, Blogger Jonice diz...

Just beautiful :)

Beijo

 
At maio 07, 2009 12:58 da manhã, Blogger Maria diz...

É bonito, sim...

Beijo

 
At maio 07, 2009 2:41 da manhã, Blogger Ana diz...

O sabor do vento do (a)mar.

Tão lindo e tão forte, Amaral.
Um beijo para ti.

 
At maio 07, 2009 9:19 da manhã, Blogger Vanda Paz diz...

Simplesmente belo

Beijo

 
At maio 07, 2009 9:18 da tarde, Blogger © Piedade Araújo Sol diz...

tao bonito, tão azul!

andas inspirado, lá isso andas!

beij

 
At maio 07, 2009 9:39 da tarde, Blogger tb diz...

belo! :)*

 
At maio 08, 2009 12:27 da manhã, Blogger lua prateada diz...

Belo amigo, Bebe sempre todo esse sentimento em teu peito...
Fica aqui o desejo de um lindo fds. vamos apreciar as pequenas coisas, pois um dia, talvez olhemos para trás e descubramos que foram essas as grandes coisas.
Beijinho prateado

SOL

 
At maio 08, 2009 6:11 da manhã, Blogger Aidinha diz...

Amaral

Mas que momento feliz de inspiração!

Tão linda a poesia, faz sonhar!

Beijo
Aidinha

 
At maio 08, 2009 2:10 da tarde, Blogger Paula Raposo diz...

Tão bonito, Amaral! Sensual de azul e vento...beijos.

 
At maio 08, 2009 6:40 da tarde, Blogger frAgMenTUS diz...

q lindo! senti o azul do mar em mim :)
bj

 
At maio 08, 2009 10:12 da tarde, Blogger VC diz...

Obrigada pelas palavras...
É mesmo o renascer de muitas coisas...
Bjo

 
At maio 09, 2009 10:02 da tarde, Blogger ☆Fanny☆ diz...

Que sensibilidade tocante!

"Ouço o que não me dizes
e vejo
o que não me mostras"


Os versos são a ponte que nos permitem chegar ao outro lado do sonho...

Beijinhos*

 
At maio 16, 2009 1:01 da tarde, Anonymous Ana Paula diz...

Olá Amaral...é a sintonia do amor!
Simplesmente lindo, azulado e envolvente!
Até em dias cinzentos, se consegue ver esse azul, mágico!
Parabéns Poeta!!! (rs)
Beijinho

 

Enviar um comentário

<< Home