Lisboa,

terça-feira, julho 28, 2009

quatro letrinhas

Vou juntar duas letrinhas
quatro letrinhas somente
tomara que desse nelas
a brisa que fizesse elas
criar um mundo diferente

Deus, Vida, Tudo confere
em quatro letras coladas
tão pequenas que não ligamos
tão apressados que estamos
em constantes caminhadas

Vou revelar-te um segredo
daqueles que tu entendes
dizem que Ele está Além
e tu aqui sem vintém
separados por mil duendes

Não acredites em tal coisa
um dia vais perceber
eu, Ele e tu somos um
contendo tudo em comum
somos o Todo a viver

Deus, a Vida e o Todo
as quatro letras juntinhas
um universo a rodar
um processo a recriar
é aqui que tu caminhas

5 Comentários:

At julho 28, 2009 12:25 da manhã, Anonymous Ana Paula diz...

Tão lindo!
Sem palavras....adorei, tantão!
Beijo Amaral

 
At julho 28, 2009 12:46 da manhã, Blogger Jonice diz...

Vou juntar cinco letrinhas pra dizer o que acho desse poema: LINDO!
Boa semana, querido :)
Beijo

 
At julho 28, 2009 12:17 da tarde, Blogger Paula Raposo diz...

Bonitas as tuas palavras, Amaral! Beijos.

 
At julho 29, 2009 7:26 da tarde, Blogger ci diz...

Lindo como sempre...:)

Beijo da ci

 
At agosto 01, 2009 4:22 da tarde, Blogger Cláudia diz...

Só mesmo tu, para descreveres aquilo que é em 4 letrinhas apenas.Delicioso...

 

Enviar um comentário

<< Home