Lisboa,

sexta-feira, outubro 30, 2009

ser Deus terreno


Este mundo é um mundo real?
Não é fácil de responder a esta pergunta.
Mas há um espaço no nosso cérebro que apreende a realidade deste mundo.
E não será por acaso que isto acontece.
Acho que Deus é um perfeito artista. Um exímio criador.
Deu asas à Sua imaginação e criou, dentro de Si, este mundo material, onde tudo é dualidade, onde tudo acontece em perfeito equilíbrio, onde é possível experienciar todas as emoções e sentimentos.
Colocou-Se neste mundo, individualizado em pequeninas partes, e, dentro das leis criadas para que esse equilíbrio se não desfaça, vai transportando "para a prática" toda a suprema inteligência que são conceitos do Seu eterno conhecimento.
Ao encarnar, numa determinada época, num determinado lugar, num determinado tempo, o ser humano propõe-se viver a mais espantosa aventura que só um ser corpóreo poderia efectuar.
Este mundo só pode ser um mundo "irreal" que Deus criou dentro de Si. Faz-nos esquecer "aquilo que somos" (parte de Si) unicamente para que, com profundidade e entrega total, possamos experienciar todos os "episódios" desta vida.
O apego a esta vida não é um acaso. Se o ser humano "soubesse" que o "outro lado" não tem dor nem sofrimento nem tiranias nem guerras ou sangue - toda a gente queria "ir-se embora" imediatamente.
O pacto divino é apenas esse: esquece que és Deus, dou-te o livre-arbítrio, e vive e vivencia e saboreia as dádivas que este "paraíso" contém. Umas são difíceis, outras são fáceis, agradáveis e dolorosas... mas é aqui que encontrarás a tarefa que será aquela que escolheste para continuares caminhando na tua evolução...

3 Comentários:

At outubro 30, 2009 1:23 da manhã, Blogger Paula Raposo diz...

Cada vez melhor vou entendendo...beijos.

 
At outubro 30, 2009 7:00 da manhã, Blogger MM - Lisboa diz...

O surpreendente disto tudo prende-se com o facto de seres microscópicos como nós, na dimensão do "nosso Deus", conseguirmos sair fora da engrenagem em que fomos criados e raciocinar sobre tudo isto...

Mas, talvez não seja assim tão surpreendente afinal, já que ao fim e ao cabo somos também deuses numa outra dimensão!

 
At outubro 30, 2009 10:28 da tarde, Blogger Eli diz...

:)

 

Enviar um comentário

<< Home