Lisboa,

quinta-feira, dezembro 24, 2009

natal todos os dias

O Natal de todos os dias
é o meu Natal.
Não me revejo em promessas
nem assisto a rituais
não vou à mesa do rei
de que falam os missais

O meu Natal é o mesmo
que esvoaça das gaivotas
é o ruído do vento
que espreita pelas portas

O meu Natal é aquele
que é de todos os dias
não é menos nem é mais
do que sonhos e magias

(Amaral Nascimento)

5 Comentários:

At dezembro 24, 2009 4:38 da tarde, Blogger Paula Raposo diz...

Concordo inteiramente.
Beijos, Amaral.

 
At dezembro 24, 2009 5:28 da tarde, Blogger Jonice diz...

Tão bom assim! Feliz Natal, querido.
Beijo :)

 
At dezembro 25, 2009 2:13 da manhã, Blogger MM - Lisboa diz...

Simplesmente.. Feliz (Natal)!

jinho,
MM

 
At dezembro 25, 2009 4:35 da tarde, Blogger Poemas e Cotidiano diz...

Meu querido Amaral!
Que voce tenha um Natal muito feliz, cheio de alegrias, felicidade, paz e amor!
Te gosto muito!
Beijos
MARY

 
At dezembro 29, 2009 3:15 da tarde, Blogger © Piedade Araújo Sol diz...

Subscrevo na integra o teu conceito de natal.

grata!

um bom ano de 2010 e deixo um

beijo

 

Enviar um comentário

<< Home