Lisboa,

quinta-feira, junho 09, 2011

vi o teu rosto na lua




Vi o teu rosto na lua
por cima do alto mar
brilhava como as estrelas
sorria querendo cantar

Vi-te mulher lua cheia
vi o teu corpo a girar
redonda cheia de sol
num palco a desfilar

Vi-te Deusa bem no alto
vi a vida no teu seio
lua-mãe dos seus meninos
com mil venturas no meio

Vi o teu corpo crescendo
nascido da lua nova
beleza feita de luz
cantada no fim em trova

Lua que faz o lunar
mais bela que uma falua
deitado na baixa-mar
vi o teu rosto na lua

(Amaral Nascimento)




1 Comentários:

At junho 09, 2011 9:33 da manhã, Blogger A P diz...

Bom dia doce Amaral.
Lindoooo demais este teu poema.
Amor, mar e lua.....impossível, não sonhar neste cenário!
Gostei muito.
Beijo

 

Enviar um comentário

<< Home