Lisboa,

sábado, junho 09, 2012

lágrima



Nos teus lábios carnudos,
sonhei o beijo
que ousei
pensar que um dia te daria...

Tal como os teus olhos reli
e a tua pele toquei,
e aquele abraço
que a brisa traz
sempre que o mar assobia...

Resiste em mim
o desejo de rir e chorar contigo!
Sinto a escuridão e a sede,
no meio da multidão,
só, perdido e sem abrigo...




video
 
 

Se eu soubesse...
e porquê?...
Porque sim!...



0 Comentários:

Enviar um comentário

<< Home