Lisboa,

segunda-feira, dezembro 31, 2007

adeus 2007


Foi-se o 2007!
Poderei dizer que, para mim, foi um ano que decidiu coisas muito importantes.
Os anos têm muitos dias, muitas horas, muitos momentos que decidem realidades duma vida.
Aconteceu comigo!
Hoje, posso afirmar que o ano que terminou "me deu" três INSTANTES decisivos e maravilhosos.

Terminou com uma relação que "não funcionava";
Ofereceu-me uma netinha que é um mimo enternecedor;
Abriu-me as portas para uma entrada doutro amor novo e prometedor.

Pelo meio, ficaram as pegadas na areia, umas mais fundas, outras mais ténues, ao longo duma "praia" comprida...
Não tenho que me queixar!
Tenho apenas que sorrir ao dia de amanhã e consolidar o que prevejo na minha frente.

2008 será um bom ano para mim!
Não sei o que os astros dizem. Mas sei o que desejo - e isso é o que importa!...


sábado, dezembro 29, 2007

vem dançar esta dança



Vem nesta dança
tesouro
dança comigo
esta vida
sente os acordes
serenos
da paz que brinca
sorrida

enrola teu corpo
comigo
deixa tua mente
sozinha
coloca teus braços
na frente
pousa a cabeça
na minha

deixa os teus lábios
quietos
deixa que encoste
nos meus
esquece os dias
perdidos
bebe os versos
como teus

sinto teus seios
em meu peito
sinto teus olhos
tremidos
queimas por dentro
e por fora
em nossos beijos
lambidos

tremo por baixo
e por cima
tremes de sonho
e calor
vai-se a música
vem silêncio
fica a magia
do amor

(Amaral Nascimento)

sexta-feira, dezembro 28, 2007

that's what friends are for

video

AND I NEVER THOUGHT I'D FEEL THIS WAY
E eu nunca pensei que me sentiria desta maneira
AND AS FAR AS I'M CONCERNED
E até onde eu esteja sabendo
I'M GLAD I GOT THE CHANCE TO SAY
Estou contente por ter a oportunidade de dizer
THAT I DO BELIEVE I LOVE YOU
Que realmente acredito que te amo
AND IF
E se
I SHOULD EVER GO AWAY
Eu já tiver ido embora
WELL THEN CLOSE YOUR EYES AND TRY
Bem, então fecha os teus olhos e tenta
TO FEEL THE WAY WE DO TODAY
Sentir o modo como fazemos hoje
AND THEN IF YOU CAN REMEMBER
E então, se puderes lembrar
KEEP SMILING
Mantém o sorriso
KEEP SHINING
Mantém o brilho
YOU CAN ALWAYS COUNT ON ME
Poderás sempre contar comigo
FOR SURE
Com certeza
THAT'S WHAT FRIENDS ARE FOR
É para isso que servem os amigos
FOR GOOD TIMES AND BAD TIMES
Para os bons e maus momentos
I'LL BE ON YOUR SIDE FOR EVER MORE
Eu estarei a teu lado para sempre
THAT'S WHAT FRIENDS ARE FOR
É para isso que servem os amigos

WELL YOU CAME AND OPENED ME
Bem, tu chegaste e abriste-me
AND NOW THERE'S SO MUCH MORE I SEE
E agora há muito mais para ver
AND SO BY THE WAY I THANK YOU
E, a propósito, eu agradeço-te

OH AND THEN
Oh, e então
FOR THE TIMES WHEN WE'RE APART
Durante os tempos que estivermos separados
WELL JUST CLOSE YOUR EYES AND KNOW
Bem, simplesmente fecha os olhos e descobre
THESE WORDS ARE COMING FROM MY HEART
Que estas palavras saem do meu coração
AND THEN IF YOU CAN REMEMBER
E então, se conseguires lembrar

KEEP SMILING
Continua sorrindo
KEEP SHINING
Continua brilhando
KNOWING YOU CAN ALWAYS COUNT ON ME
Sabendo que podes sempre contar comigo
FOR SURE
Com toda a certeza
THAT'S WHAT FRIENDS ARE FOR
É para isso que servem os amigos
IN GOOD TIMES
Nos bons momentos
IN BAD TIMES
Nos maus momentos
I'LL BE ON YOUR SIDE FOR EVER MORE
Eu estarei a teu lado para sempre
OH THAT'S WHAT FRIENDS ARE FOR
Oh, É para isso que servem os amigos


KEEP SMILING
Fica sorrindo
KEEP SHINING
Fica radiante
KNOWING YOU CAN ALWAYS COUNT ON ME
Sabendo que podes sempre contar comigo
FOR SURE
Com certeza
THAT'S WHAT FRIENDS ARE FOR
É para isso que servem os amigos
FOR GOOD TIMES
Para os bons momentos
AND BAD TIMES
E maus momentos
I'LL BE ON YOUR SIDE FOR EVER MORE
Eu estarei a teu lado para sempre
THAT'S WHAT FRIENDS ARE FOR
É para isso que servem os amigos

KEEP SMILING
Sorrindo
KEEP SHINING
brilhando
KNOWING YOU CAN ALWAYS COUNT ON ME
Sabendo que podes sempre contar comigo
OH FOR SURE
Com certeza
CAUSE I'LL TELL YOU THAT'S WHAT FRIENDS ARE FOR
Pois eu dir-te-ei que é para isso que servem os amigos
FOR GOOD TIMES AND BAD TIMES
Para os bons e maus momentos
I'LL BE ON YOUR SIDE FOR EVER MORE
Eu estarei a teu lado para sempre

THAT'S WHAT FRIENDS ARE FOR
É para isso que servem os amigos
ON ME FOR SURE
Comigo com certeza
COUNT ON ME FOR SURE
Conta comigo com toda a certeza
COUNT ON ME FOR SURE
Conta comigo com toda a certeza
THAT'S WHAT FRIENDS ARE FOR
É para isso que servem os amigos
KEEP SMILING
Continua sorrindo
KEEP SHINING
Continua brilhando

quarta-feira, dezembro 26, 2007

gente feliz


É bom ouvirmos, de vez em quando, a frase "prontos para começar de novo".
E é assim que deve ser encarado tudo o que nos "passa" pela frente. Não tenhamos dúvidas. Vamos ter que recomeçar, sempre. Isto ou aquilo acaba por ser, sempre, uma recriação quase obrigatória. Acabamos todos "por descobrirmos" que nos estamos a descobrir a nós mesmos, em cada dia que passa.
E nessa descoberta, também iremos descobrir que não podemos colocar a nossa felicidade nas mãos de ninguém, a não ser nas nossas mãos. A felicidade é coisa que vamos construindo, com a nossa verdade e os nossos sentimentos.
Há por aí tanta gente feliz, digo eu!
E há por aí tanta felicidade alimentada com outras formas de encarar a vida, que não seja a dependência e o saudosismo!

No fundo acabamos por compreender, sempre, o que se passa à nossa volta. O que eu acho é que a realidade somos nós que a construímos. Em face de qualquer acontecimento (mesmo do estado duma relação amorosa), eu posso ter pensamentos positivos, ou não; eu posso agir duma forma ou doutra. Deste modo, eu crio uma realidade à minha volta. Se for uma realidade sem medos, nem ressentimentos, nem depressões, eu vou sentir-me com uma paz que não teria se procedesse ao contrário. Isto não quer dizer que não tenha enfrentado "a realidade". Enfrentei-a, à minha maneira! Não fui "atrás" da conversa dos outros... Não fui atrás duma situação negativa, porque eu respondi-lhe com pensamentos positivos.
Resultado, em minha opinião: pensamento positivo, SIM! Porque é esse que se identifica com o meu bem-estar e a minha verdade!


segunda-feira, dezembro 24, 2007

grão de areia



A magia dum grão de areia
feito do tudo e do nada
tem o eterno lá dentro
a vida fragmentada
e o Universo bem no centro


(Amaral Nascimento)



Marianne Williamson lembra-nos, com palavras simples, aquilo que todos nós sentimos que sempre soubémos:
"O propósito das nossas vidas é sermos felizes; Deus quer que sejamos felizes e deseja-o muito mais fortemente do que nós parecemos desejar para nós mesmos.
A melhor maneira de tomarmos uma decisão é pedirmos a Deus que a tome por nós.

Querido Deus,
Por favor, toma esta decisão por mim.
Eu não posso prever o futuro,
Mas Tu podes.
Eu não sei o que é melhor para todos,
mas Tu sabes.
Eu não consigo compreender isto,
Mas Tu consegues.
Querido Deus,
Por favor, toma esta decisão por mim.
Ámen
."


domingo, dezembro 23, 2007

no sofá



No sofá do Inverno,
agora a nascer,
vamos despertar coisas novas
coloridas pelo pólen
e pelo esbracejar das borboletas,
molhadas por uma chuva
que andava arredia.

Sofá da vida,
sofá da alegria,
sofá da ternura,
da noite e do dia!

No sofá do bem-estar,
gostinho do sono,
vamos sossegar o silêncio
cantado na paz,
deixando lá fora
os gritos da vida,
bulinando por dentro
sensações sem hora,
dançadas em verso
aqui e agora.

(Amaral Nascimento)

sexta-feira, dezembro 21, 2007

voltar



Quanto amor para dar
quanto quero partilhar
quando subir aos Teus céus
quero decerto voltar

Só sei amar o que sou
só sou o que o amar me dá
tenho pra dar nesta terra
tudo o que trouxe de Lá

Eu sei bem que sou capaz
Inda me sobram sentidos
já entreouço cantares
na cor dos muitos zumbidos

Quisera que a vida fosse
um palco doce na dor
é um palácio de tudo
é mesmo tudo e amor


(Amaral Nascimento)

(imagem: www.hinduwisdom.info-khujaraho_loving_embrace)

quarta-feira, dezembro 19, 2007

força, Carla


Porque és uma força da natureza,
porque a Vida se rende
ao teu entusiasmo,
ao teu querer,
à tua confiança...

Porque não vacilas,
porque sabes o que queres,
porque dás o que tens,
porque acreditas...

Porque fazes da Vida uma festa,
porque a festa é a soma
de cada segundo,
de cada instante,
de cada ponta do respirar...

Porque tens e
porque és...

Toma,
porque mereces,
esta estrela do céu,
esta côr do arco-iris,
este traço do universo!

Parabéns por este dia,
e...
continua a ser feliz,
por muitos,
muitos anos!!!...

segunda-feira, dezembro 17, 2007

quem sou


Ninguém é mais que ninguém, e a verdade de cada um não passa disso mesmo! Faz-nos bem divagar, principalmente por caminhos desconhecidos, porque, ultrapassados um dia, deixa-nos mais leves e bem-dispostos.

Claro que a pergunta fundamental do homem, se os problemas sociais o permitirem, terá que ser "Quem sou Eu? O que faço Aqui?". A sua inteligência já não se satisfaz com a compreensão do "Big Bang" ou a descodificação do código genético humano. Uma célula viva exposta à luz acabaria por murchar e o seu ADN desapareceria em pouco tempo. Os genes dum homem e duma mulher combinam-se para formar um ser que está longe de ser uma réplica. Uma mulher que engravida "limita-se a assistir" a um facto que a natureza passa a controlar. A inexistência duma prova científica para um universo consciente não nega a minha própria consciência.

Sem uma inteligência "por detrás" de tudo isto, é difícil imaginar harmonia e equilíbrio.
As leis da Natureza continuarão a funcionar quer queiramos ou não! O suporte da vida manter-se-à inalterável e insensível ao crédito ou descrédito do ser humano.
O criador existe porque a Humanidade existe? Porque não hei-de ser sensível à hipótese do Criador ter concebido a Sua Criação para Seu proveito e com o Seu propósito? Porque não hei-de aceitar que eu, tu e todos, possamos ser manifestações físicas e espirituais do mesmo Deus? Se entender que nada existe fora de Deus, então, tudo e todos seremos Deus a expressar-Se.

A paranóia dos sentidos não passa duma forma de Me expressar no mundo físico! Só eles me poderão permitir a percepção da relatividade onde me movimento. Dentro do "todo" existe o que É e nada mais! O que os meus sentidos apreendem não são formas que se vão acamar em algum espaço do cérebro ou noutro lado qualquer. A mente engana enquanto estiver "dentro da ilusão".
O paradoxo terá de existir nas nossas cabeças. Nada existe sem o seu oposto. Nada existe fora de Deus!
Não me serve a religião que me diz que estou separado de Deus. Não existe um satanás nem o bem e o mal se andam a defrontar, em guerra aberta com o Criador. É um absurdo pensar num recém-nascido, carregado com o peso do pecado, à mercê de forças do mal, como se o bem o mal não fosse consequência dum contexto, duma sociedade, duma orientação...
Também não vejo qualquer paradoxo no facto do criador ser simultaneamente o bem e o mal. Pois, se nada existe fora Dele! E nada poderá acontecer que não seja da Sua vontade...
Daí a dicotomia divina...

domingo, dezembro 16, 2007

espuma no ar



Estava fria a luz do mar
suspensa no azul dos céus
fitando a espuma no ar
fiquei sonhando a sonhar
nos braços do nosso Deus



(Amaral Nascimento)

sábado, dezembro 15, 2007

cory reese


Mais uma vez estou a lembrar este talento da música que, tão brilhantemente, embala o piano com este extraordinário "moment of peace", que soa como fundo neste blog que está agora aberto.
Cory Reese , um rapaz que não teve uma lição de piano na sua vida, um rapaz que começou a escrever música sozinho - apareceu, um dia, com este album "Moment of Peace", que pretendeu ser a crónica da vida de um jovem.
Diz David Lanz que "Cory toca música muito especial vinda do coração".
"A sensibilidade de Cory - segundo Paul Cardall - no uso de cada nota e da sua dinâmica está perto da perfeição".
Cory Reese é casado e pai de três filhos. A sua personalidade está na música.
Os seus álbuns contém melodias de fina inspiração e proporcionam momentos de acalmia e prazer interior.
Vale a pena fazer uma visita à sua página, onde encontramos tudo o que importa conhecer sobre este maravilhoso intérprete da música.


quinta-feira, dezembro 13, 2007

a torneira e a água

Ao saber que fazemos parte de um todo, mudamos a nossa perspectiva de uma noção de identidade individual para uma noção de conexão universal. Torna-se impossível agirmos apenas no nosso interesse quando nos apercebemos de que o nosso Eu inclui toda a gente.
Se alguém estiver a sofrer no outro lado do mundo, essa pessoa também faz parte de nós.
Quando um número suficientemente grande de seres humanos se aperceber disto, todos os obstáculos à paz mundial desaparecerão.
...
Não podemos salvar o mundo sem Deus, mas Deus também não pode salvar o mundo sem nós. Mesmo se nos disponibilizarmos para fazer parte do Seu plano, nem sempre conseguimos perceber como é que a nossa parte se encaixa no esquema geral das coisas. Mas não precisamos de perceber. Do que precisamos, talvez mais do que qualquer outra coisa, é de acreditar o suficiente em nós próprios para darmos valor ao facto de Deus acreditar em nós. Deus não cria espíritos pequenos nem faz planos pequenos. Deus criou-nos em grandeza e é a grandeza que Ele tem em Mente para nós. A mediocridade não tem lugar na criação de Deus.

Nós somos apenas a torneira; Deus é a água.
A presença do medo é um sinal garantido de que estamos a confiar na nossa própria força. Mais uma vez, quando nos considerarmos a nós a grande questão é que o medo nos assola. Nós não somos a grande questão; a grande questão é o Deus que existe dentro de nós.
Quando tomamos consciência disto, já nos encontramos num nível muito avançado do jogo.

(Marianne Williamson in O dom da mudança)

terça-feira, dezembro 11, 2007

A saudade da Maria Helena


No seu comentário de ontem, a Maria Helena Oliveira dizia: "Às vezes a saudade dói até na carne, não é?"

Nada melhor para uma reflexão, neste dia de hoje.

É verdade que sim! Há momentos em que nos lembramos de pessoas que nos deixaram, entes que amámos nesta vida, amigos que partiram do nosso convívio, e não podemos deixar de sentir momentos saudosos que nos oprimem o peito e nos fazem cair uma lágrima no rosto...

Mas a MHO não se referirá a estes casos. Ela comentava os "One night" dos The Corrs e estaria a pensar em amores desfeitos, em paixões destroçadas, em saudades do passado, de instantes vividos que, recordados, fazem "doer na carne"!

Sabemos de muitas pessoas à nossa volta que sofrem deste mal. Sabemos que um amor "mal curado" traz nostalgia, mal estar, incapacidade de enfrentar o presente e o futuro com outros e novos rumos...
A essas pessoas, eu ofereço a minha mão e incentivo a que tenham presente que a Vida é um hino à certeza de que somos capazes de "viver felizes"!
Cada um de nós tem dentro de si a Força de Ser. Se A não sentimos e se A não utilizamos, é porque desconhecemos a Sua existência e porque o nosso ego delicia-se muito mais em ver-nos infelizes e descrentes desse conhecimento.

Nesta altura do ano - Natal de memórias, Natal de família, Natal de saudades - é a altura ideal para que os mais carentes de afecto apelem ao seu Eu interior e O descubram como a tal Força que desbrava caminhos novos, que mostra horizontes mais belos, que descobre que, afinal, o que ficou para trás é PASSADO, e é no presente que sentimos o encontro com o futuro que desconhecemos...

O meu testemunho é a oferta que posso dar àqueles que acreditam naquilo que escrevo.
Vivi um grande Amor, acreditei plenamente Nele, dei de mim tudo o que tinha em prol desse Amor - mas quando esse amor me desiludiu, APENAS tive de perguntar à minha Força o que é que podia ou devia fazer.
Afinal, não devia fazer NADA!
Devia APENAS pedir a Deus e ao Universo: "Mostra-me AQUILO que eu quero!"
Apenas isso! Depois, esperar! Porque, o resto já não era comigo! Era com Ele! O problema já não era meu - era Dele!
O meu pedido estava a ser como uma "ordem" ao Universo!
E o "milagre" aconteceu, muito naturalmente: o passado tornou-se passado, sem qualquer ressentimento ou saudade dorida, e o presente coloriu-se, mostrando-me AQUILO que eu desejara.
Assim, tal e qual!... A flôr abriu-se e coloriu, de novo, a minha vida!
Ontem, dancei ao som do encanto de One Night, dos The Corrs!!!

Para aqueles que acreditam na Vida, nada melhor do que acreditarem em Si!
Para aqueles que acreditam em Si, nada melhor do que acreditarem na Vida!
Para aqueles que não acreditam, deixem, simplesmente, a Vida "ser" por eles...
Porque, ainda que descrentes, a essência que palpita no seu interior não os abandonará nunca! E num momento qualquer, num certo instante, bate ao de leve, num murmúrio ou num sussurro, avisando-os que a Vida veio com eles, para experienciar, neste espaço físico, aquilo que é de mais sublime e mais delicioso...

segunda-feira, dezembro 10, 2007

one night

video

ONE NIGHT - THE CORRS

Long day and I'm ready
I'm waiting for your call
'Cause I made up my mind
My heart aches with a hunger
And I want that you were mine
No I can not deny
So for one night
Is it all right
That I give you
My heart
My love
My heart
Just for one hight
My body, my soul
Just for one hight
My love, my love
For one night
One night
One night

When morning awakes me
well I know I'll be alone
And I feel I'll be fine
So don't you worry about me
I'm not empty on my own
For inside, I'm alive
That for one night, it was so right
That I gave you
My heart
My love
My heart
Just for one hight
My body, my soul
Just for one hight
My love
I loved
For one night
One night
One night

For one night
It was so right
That I gave you
My heart
My love
My heart
Just for one hight
My body, my soul
Just for one hight
My love, my love
For one night
We loved one night
One night
One night

sábado, dezembro 08, 2007

Vou te mandar um beijo


Vou te mandar
um beijo molhado
coberto de amor
e bem torneado
dentro dum frasco
pintado de branco
feito de sonhos
dum sorriso franco
deitado no mar
no leito da vida
buscando na rota
a esperança perdida

Vou te mandar
um beijo molhado
escorrendo amor
em fogo enrolado
mordido e sugado
bebido a fio
cantado em surdina
no quente e no frio
na rua e na cama
bulinando assim
um corpo de fruta
lambido no fim

Vou-te mandar
vou-te mandar
brasil onde estás
noutro lado do mar
um beijo molhado
um beijo benzido
vieste a correr
sem um alarido
trouxeste uma luz
uns lábios de mel
dançando ao de leve
em flor de papel


(Amaral Nascimento)

(imagem:http://www.linuxcaffe.ca/files)


quarta-feira, dezembro 05, 2007

como um só


No centro da vida
tomei a vida!

Fizemos uma de duas coisas;
num carinho tresloucado,
num abraço reinventado,
longe de amores urdidos,
calámos medos sentidos.

Cruzámos dois tons de vermelho;
e no auge dum forte anseio
fundimos dois corpos ao meio,
como em ninho de andorinha
feito de palha fininha.

Foi um doce, surdo encanto;
adornámos o meio unido,
era um gesto destemido,
já perto do paraiso,
tinha sumido o juizo.

Loucos, plenos, cheios de amor;
numa correria atroz,
fizémos uma só voz...
No braseiro demos um nó,
chegámos ao fim como um só...

(Amaral Nascimento)

terça-feira, dezembro 04, 2007

chegar ao corpo


És uma pessoa íntegra, respeitadora, compulsiva ou ciumenta...
És alguém que ama o ambiente, que sente bem-estar e alegria no partilhar das coisas, da natureza, do mundo à tua volta...
És alguém que respeita o ser humano com quem te cruzas, que te revês no teu próximo, que anseia para todos a segurança, a liberdade e a abundância...
És uma pessoa que te reconheces como um ser espiritual, encarnado para esta vida com um propósito divino, parte de um Processo Universal, incompreensível para o cérebro humano...

Tudo na vida depende daquilo que decidimos ser.
Com as nossas decisões, vamos influenciando as pessoas à nossa volta, o ambiente que nos rodeia, o mundo em geral, mais longe e mais global.

Como diz Neale Walsch nas suas "Conversas com Deus":
"Foi por isso que tomaste um corpo. Porque é apenas no espaço físico do relativo que te podes conhecer como estas coisas. No espaço absoluto de onde vieste, esta experiência do conhecimento é impossível."

segunda-feira, dezembro 03, 2007

ternura



Vamos falar da ternura.

É uma doçura do olhar. Lembrar algo ou alguém com ternura faz-vos sorrir, sempre. E nessa doçura vocês ficam mais leves. E nós ficamos mais próximos. A ternura purifica-vos. E é tão simples. Sempre que olhas a vida com ternura o teu coração descansa. A doçura purifica-vos.

Deixa o teu olhar sorrir, sempre. Pensa em ti com ternura. A tua luz cresce sempre que és doce para ti.


(Voar com os pés na terra)

(imagem:http://www.cgfocus.com)

domingo, dezembro 02, 2007

aquarela - dois anos depois

Foi há dois anos atrás.
Chegou por e-mail, inesperadamente, e deixou-me apaixonado pela animação, pela melodia, pelos desenhos, pela cumplicidade do conjunto e pela sua simplicidade...
Quando algo nos toca, fica para sempre. Este post ficou vivo durante dois anos e continuará a divertir pequenos e graúdos, todas as vezes que for aberto...

Como diz a Jonice: "Have fun!"


video